• Nicola Minervini

Internacionalização: O que é preciso para ser competitivo nas exportações depois do COVID-19




Hoje na minha palestra "Internacionalização: O que é preciso para ser competitivo nas exportações depois do COVID-19" no evento World Plastic Connection Summit recebi a seguinte pergunta:


- "Minervini, muitas das nossas empresas já exportam faz tempo. O que você sugere para que possam melhorar mais e mais a própria forma de atuar nos mercados internacionais?"


A minha resposta foi:


"As empresas devem se perguntar se estão exportando certo. Exportar não é muito difícil.


O complicado é exportar certo.


É importante que o gestor se pergunte:


  • O que fiz certo?

  • O que não deveria ter feito e fiz?

  • O que poderia ter feito e não fiz?


Claro que se o gestor não tem uma grande experiência, terá dificuldade a responder de forma correta essas três perguntas.


A solução é que alguém de fora da empresa faça uma avaliação examinando os pilares principais da competitividade na exportação:

  1. Atitude dos executivos;

  2. Capacidade tecnológica da empresa;

  3. Gestão da informação;

  4. Gestão da promoção;

  5. Estrutura interna do Departamento de Exportação e;

  6. Engenharia dos preços.


Enfim, tudo isso para verificar se pode melhorar os preços e reduzir os custos, erros, riscos, barreiras e o mais essencial, o tempo".


É uma questão complexa, mas através dessa reflexão que fiz podemos identificar uma série de caminhos possíveis para as empresas brasileiras na Exportação.


Qual a sua opinião? o que você sugeriria?


Quer aprender a exportar com o método de Nicola Minervini? Então conheça o Plano Exportador: https://bit.ly/3DbeRiO


Nos acompanhe em:


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo